Presidente Jair Bolsonaro recebe Guilherme Maia e outros medalhistas das Surdolimpíadas

Brasil conquistou seis medalhas de bronze nos Jogos que ocorreram em Caxias do Sul

Os atletas brasileiros medalhistas nas Surdolimpíadas realizadas em Caxias do Sul, em maio deste ano, foram recebidos em Brasília pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro, a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, e o ministro da Cidadania, Ronaldo Bento, na última segunda-feira, dia 30 de maio. Entre os convidados estava o nadador Guilherme Maia, atleta do Recreio da Juventude, que conquistou duas medalhas na competição.

Maior nome do país em Surdolimpíadas, com sete medalhas, sendo um ouro, uma prata e cinco bronzes, Guilherme Maia falou sobre a emoção de subir ao pódio em solo brasileiro. "É totalmente diferente. Foram as melhores medalhas da minha vida, não dá para comparar", contou o nadador. "Eu sentia a vibração da torcida, meu coração foi a mil. Eu senti a visibilidade dos surdos no meu país. Foi a melhor edição da minha vida", resumiu o dono recorde mundial dos 200m livre.

A 24ª edição das Surdolimpíadas foi realizada em Caxias do Sul, entre os dias 1 e 15 de maio e reuniu mais de cinco mil atletas, de 77 países. O Brasil registrou o maior número de conquistas de sua história. Foram seis medalhas, todas de bronze. Duas medalhas no judô, com Rômulo Crispim e Alexandre Fernandes, duas na natação com Guilherme Maia e as conquistas no futebol e no handebol feminino.